Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ser super mãe é uma treta

Ser super mãe é uma treta

08
Ago17

A cabeça das pessoas é um lugar estranho

Susana

Não sou por natureza moralista. A mim pouco me interessa como os outros vivem as suas vidas e o que pensam, mas não deixei de ficar incomodada quando li este artigo. Conheço mulheres que escolheram não ter filhos. Não gostam, não querem, não lhes apetece e eu nunca as julguei. Fizeram uma escolha para a vida delas, tão válida como a minha em ter filhos. O que me deixa incomodada nestas mulheres que se arrependeram de ser mães, não é o que elas sentem, porque nós não fazemos ideia do que se passa na cabeça de cada um, mas sim o tipo de relação que elas têm com os filhos.

 

Existem mães que sempre desejaram ter filhos e que são completamente mind fuckers, eu sei, mas e estas mães? Como é que elas se relacionam com os filhos sem amor? Como é que elas se relacionam com os filhos quando tudo o que veem é sacrifício? Quem dá amor a estas crianças? Que adultos vão ser?

 

Isto é o que me incomoda: mulheres que dizem que abdicariam dos filhos sem pestanejar a criar crianças sem amor.

 

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Instagram

Spotify

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D